Matéria

Zenvia adquire unidade da Spring, dos EUA

Por Ivone Santana | São Paulo

A Zenvia, integradora brasileira de serviços para dispositivos móveis, fechou a compra da Vivera, divisão de serviços de valor adicionado da americana Spring Mobile Solutions. As receitas somadas da Zenvia e Vivera deverão atingir R$ 300 milhões até o fim do ano, disse Cassio Bobsin, sócio-fundador e CEO da Zenvia. Sozinha, a Zenvia faturou R$ 150 milhões no ano passado. O valor da transação não foi revelado.

“Essa aquisição fortalece nosso posicionamento no setor financeiro, porque a unidade fornece para bancos e cartões de crédito, além de atender a 90% das utilities [empresas de serviços públicos, no caso, energia elétrica], disse Bobsin.”

O acordo prevê a incorporação dos 45 funcionários da divisão, que atuam nas áreas de negócios, desenvolvimento, suporte e operação. Com isso, o quadro total da Zenvia passará para 167 pessoas e deve chegar a 200 até o fim do ano. Para acomodar toda a equipe, a empresa vai transferir suas instalações da Alameda Santos para a Avenida Paulista, em São Paulo.

Com a nova unidade, a Zenvia passará a deter uma carteira de 5 mil clientes – 500 virão por meio da Spring. A integração dos negócios começa em abril e deverá durar seis meses. “Depois partiremos para novas aquisições do setor de distribuição de comunicação móvel”, disse Bobsin.

Trata-se da quarta operação de compra e a maior feita pela Zenvia. Entre 2012 e 2013 a empresa adquiriu as empresas Comunika, PureBros e Zynk.

A compra será remunerada por meio de geração de caixa, financiamento dos bancos Votorantim e HSBC. Além disso, serão usados recursos do aporte de capital de R$ 71 milhões que a Zenvia recebeu no ano passado do BNDESPar e do fundo de private equity DLM, os quais se tornaram sócios minoritários da empresa. Pelo acordo com o BNDESPar, a Zenvia deverá abrir o capital dentro de cinco anos.

Segundo Bobsin, a consolidação do mercado é um componente importante para impulsionar aquisições. Com isso, obtém talentos e sistemas tecnológicos que permitem avançar no desenvolvimento e oferta de SMS, e-mail, mensagens para dispositivos móveis e na interação com os consumidores.

Criada em 2003 por Bobsin e seu sócio Victor Knewitz, a Zenvia integra e distribui conteúdo desenvolvido por 80 parceiros. São serviços de comunicações, publicidade e cobrança que recebe dos parceiros, integra e distribui para as operadoras de telecomunicações. A receita é partilhada entre a empresa, teles e desenvolvedores.

Procurada pelo Valor, a Spring informou, por meio de nota, que agora vai concentrar o foco na unidade de software como serviço (SaaS, na sigla em inglês). “Agora, temos a possibilidade de nos concentrarmos no crescimento da nossa participação no mercado e melhorar o nosso alcance e capacidade mundial”, escreveu o presidente da Spring, Conor Keane.

“O foco dos investimentos será concentrado prioritariamente em São Paulo, Bogotá e Londres, onde a empresa já tem escritórios e clientes importantes”, continua a nota da Spring, que tem sede em Reston, Virgínia, e atua no Brasil desde 2001.

Fonte: http://www.valor.com.br/empresas/3947364/zenvia-adquire-unidade-da-spring-dos-eua

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *